escolhe »

Presa ao amor

Amo-te tanto que deixei de me conhecer.
Sabes bem como sou (ou pelo menos era), livre ao ponto de dizer que o amor nunca me iria prender aos desejos, amarrar aos sonhos ou asfixiar com tanto perfume. Agora não sei bem o que sou mas sei que sou tua.
Queria poder esquecer-te. Tirar-te dos meus pensamentos, do meu coração, da minha vida. Saber que raio de demónio és tu que me atormenta com memórias e como consegues ser o meu favorito.
Estava pronta para receber a felicidade, e tu não apareceste. Estava pronta para te dizer o quanto imperfeito eras e como te amava assim, e tu não apareceste. Estava pronta para te amar de novo, e tu não apareceste. E acabou.
Diz-me onde estás porque sem a tua mão na minha eu não existo mais, por favor.
Agora parece que não tenho escolha, estou presa à tua pele. Nunca dois corpos se entenderam tão bem, e se o universo tem fim encontra-se no fundo dos teus lábios.
A primeira vez que te vi prometi a mim mesma que nunca te iria amar, é por isso que te amo. Achas que a lua chorou quando desististe de mim? Agora que já não existem os nosso abraços, sabes dizer-me que barulho é que a chuva faz quando cai? Porque é que ainda há tanto de mim em ti?
Afinal sempre tinhas razão quando dizias que o amor é sinónimo de prisão, mas só concordo porque ainda continuo presa a ti.




Louca por ti

Meu amor, está na hora de te escrever o que eu nunca fui capaz de te dizer. 
Embora seja tarde, muito tarde até, quero dizer-te que depois da chuva ninguém ignora a água, quando o sol retorna... Não importa se na água foram choradas milhares de lágrimas, de amor, de dor... A água evapora e volta a cair. E as lágrimas vêm voando para nós, como as coisas que perdemos, mas, na realidade, nada está perdido. 
A cada segundo que passa a lua diz-nos para viver! Viver e amar o que somos, como somos, assim como somos. 
Só quero mesmo despedir-me de ti. Vejo-te a sorrir. Então eu também sorrio. Estás feliz. Eu estou feliz. Eu não tenho duvidas. Não tenho ponta de arrependimento. Eu nem passado tenho. Só tenho uma enorme vontade de começar de novo. 
E ser feliz. 
Contigo. 
A vida é muita curta para não sermos felizes juntos.


Para o Homem que amo

Agora presta bem atenção. Desliga tudo que te possa distrair. Foca-te em mim. Foca-te nisto.
Por seres a pessoa mais especial da minha vida. Por seres a que me arranca qualquer emoção, quero, agora, que te vejas como eu te vejo daqui, através dos meus olhos.
Tu, daqui, és mais que o sol. És mais que a Lua. Tu és um homem raro. Tu és o amor da minha vida.
Desde que eu meu apaixonei por ti, pela primeira vez, há algum tempo, damos por nós a cair numa paixão profunda, vez após vez, um com o outro, voluntária e involuntariamente, todos os dias.
Por exemplo, recordas-te da última noite que passamos juntos? Quando te disse que te sei de cor?! Que conheço qualquer margem do teu corpo? Que sei cada detalhe?! Eu sei-os de cor. Eu sei-te de cor.
Apaixonei-me por ti nesse momento, novamente. Apaixono-me por ti todos os dias, várias vezes ao dia. E tu és isto, tu és amor, és o amor da minha vida.
Faz-me apaixonar por ti hoje, meu amor. Faz-me apaixonar por ti todos os dias. Todos os dias.